quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Relacionamento ruim?


Henri Matisse: L’Odalisque.

O ser humano nasce sozinho, mesmo que tenha um irmão gêmeo! O que eu quero dizer com isso? Poxa! de onde vem a idéia que se fulano (a) se separar ou terminar comigo, morrerei? Será um excesso das leituras shakespearianas? Talvez! O fato é que desejar o outro e "tentar" se apossar disso fica bem complicado néh..
O que temos de reconhecer é que a infância é bem divertida mesmo! mas crescer,, virar adulto é coisa complicada...tem gente que quer se tornar objeto de devoção! De qualquer forma, Freud explica...
Ok! Confesso! já tive essa sensação. Você me pergunta: adiantou?
Resposta: Não!
O relacionamento já não estava bom, minha auto-estima abaixo do nível do mar. É difícil mas reconhecer um relacionamento ruim ajuda bastante a lidar com isso.
Não adianta tentar se apoderar da vida do outro (a) achando que viverá um sonho encantado para sempre. A vida é muito dura pra quem esta aprendendo, mas também é muito generosa pra quem aprendeu com os erros, com as experiências.
Sou otimista em pensar que tudo podemos “consertar” a única coisa que não fica bem consertada é sabonete quebrado, porque por mais que o juntemos não fica a mesma coisa (risos)... caro leitor(a), você pode opinar se quiser sobre as coisas que depois de quebradas não serão as mesmas ok?!
Bom, o mundo nos dá sempre novas oportunidades, basta alcançarmos isto.
Ciúmes pra quê? O mundo é infinito de descobertas e a cada dia poderemos descobrir algo e/ou alguém que possa nos fazer realmente conhecer o que chamam de felicidade.
Ah! E o melhor disso tudo é que não pagamos nada por isso. Que tal tentarmos?
Boa sorte!

Um comentário:

lilian disse...

hola!!precorrendo os blogs da vida e este assunto me chamou atenção.
E verdade,pra que ser objeto de devoção de alguém ou amar alguem a ponto de ser devoto a ele?Não vejo final feliz nisto.